Home Blog

Radar construído pela Omnisys começa a operar em Porto Murtinho (MS)

0

A Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) entregou para operação a nova Estação Radar de Porto Murtinho (MS), construído pela Omnisys. O trabalho dá continuidade ao processo de complementação da capacidade de vigilância aérea. O objetivo é aprimorar o controle dos tráfegos que voam na região de fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia. A operação teve início no dia 31 de março.

O sistema radar LP23SST-NG/RSM970S, parceria da Ciscea com a Omnisys, se destina à vigilância dos tráfegos aéreos (voo em rota), com o objetivo de facilitar o trabalho do Controlador de Tráfego Aéreo. Os radares aumentam a capacidade de vigilância aérea na Zona de Identificação de Defesa Aérea (ZIDA), por meio da detecção de aeronaves cooperativas e não-cooperativas, podendo alcançar um raio de 450 quilômetros, a 30 mil pés, o que corresponde a quase duas vezes a área do Estado do Mato Grosso do Sul. Esse sistema radar está preparado para operar 24 horas por dia, 365 dias por ano, podendo ser conectado aos Centros de Controle por meio de uma gama de meios de transmissão de dados, usando os protocolos de comunicação internacionalmente adotados.

O Gerente do Projeto na CISCEA, Engenheiro Paulo Roberto Magalhães, explica os desafios enfrentados durante a implantação do radar. “Em 12 meses concluímos as obras de infraestrutura, a instalação do radar, os testes de aceitação, a homologação e a integração do radar ao Centro de Controle de Área de Curitiba (ACC-CT). O resultado obtido foi possível graças ao apoio incondicional do Comando Militar do Oeste do Exército Brasileiro, tanto na cessão da área para a instalação do equipamento, quanto na celeridade dos processos necessários”, declarou.

O Chefe da Divisão Técnica da CISCEA, Tenente-Coronel Engenheiro Gustavo Erivan Bezerra Lima, destaca a evolução tecnológica dessa nova família de radares, além do fato de serem produzidos no Brasil. “A finalidade principal é compor a rede de radares que prestam o serviço de vigilância em prol do Controle do Espaço Aéreo, mas que também são dotados de funcionalidades militares, específicas dos radares utilizados pela Defesa Aérea. É importante destacar também a importância que a implantação desses radares proporciona, tanto no aspecto logístico quanto operacional, tendo em vista a existência de outras unidades similares em funcionamento no Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB)”, explica.

Benefícios operacionais

A entrada em serviço desses novos equipamentos visa potencializar a identificação de aeronaves voando a baixa altura na região de fronteira, trazendo benefícios operacionais, tanto para o controle civil de aeronaves, quanto para a defesa aérea, aumentando a capacidade de detecção de tráfegos não autorizados ou de emprego ilícito, colaborando, decisivamente, para o sucesso das ações de policiamento do espaço aéreo. Além de auxiliar no controle do espaço aéreo, a nova estação vai proporcionar a ampliação da vigilância aérea, com foco no centro-oeste brasileiro.

Vigilância aérea

Com a instalação dos radares de Corumbá, Porto Murtinho e Ponta Porã, o Brasil passará a contar com uma vigilância aérea que cobrirá toda a fronteira do Mato Grosso do Sul com os países vizinhos. “A implantação de mais um sensor com tecnologia no estado da arte faz parte do trabalho incessante da Força Aérea Brasileira (FAB) em aprimorar a sua capacidade de vigilância, controle e defesa do espaço aéreo, reforçando as ações para a manutenção da soberania e segurança nessa área”, declarou o Presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior.

Radares

O equipamento de modelo LP23SST-NG faz parte de uma nova geração de radares primários de longo alcance. São equipados com a capacidade de altimetria, permitindo a identificação dos alvos com precisão, além de funções de proteção eletrônica que os resguardam contra interferências eletromagnéticas, sejam elas intencionais ou não.

A FAB, por meio da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), e a Omnisys assinaram, no final de 2018, um contrato para o fornecimento de três radares. As Estações Radar das localidades de Corumbá e Porto Murtinho já estão em operação e a próxima localidade a receber o equipamento é Ponta Porã, também no Mato Grosso do Sul.

Os radares são fabricados no Brasil pela empresa Omnisys, em São Bernardo do Campo (SP), o que permite rápido acesso a toda cadeia produtiva, agilizando os procedimentos de assistência técnica por parte do fabricante. O projeto prevê, ainda, a absorção do conhecimento técnico pelo Comando da Aeronáutica (COMAER), visando à realização das atividades de manutenção preventiva e corretiva, minimizando os custos de logística e mantendo um alto nível de disponibilidade dos equipamentos.

As informações são da Força Aérea Brasileira.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Radar construído pela Omnisys começa a operar em Porto Murtinho (MS) apareceu primeiro em PortalBIDS.

Governo cria autarquia federal para coordenar segurança nuclear

0

O presidente Jair Bolsonaro publicou, no Diário Oficial da União de hoje (17), a medida provisória que cria a Autoridade Nacional de Segurança Nuclear (ANSN) – autarquia federal que tem, como finalidade, “monitorar, regular e fiscalizar a segurança nuclear, a proteção radiológica e a das atividades e das instalações nucleares de atividades nucleares, materiais nucleares e fontes de radiação no território nacional, nos termos do disposto na Política Nuclear Brasileira e nas diretrizes do Governo federal”. As informações são da Agência Brasil.

Segundo a Medida Provisória nº 1.049, a ANSN terá patrimônio próprio, autonomia administrativa, técnica e financeira, Sua sede e foro serão na cidade do Rio de Janeiro e sua atuação será em todo o território nacional. A MP esclarece que a ANSN não exercerá atividades de regulação econômica, comercial e industrial, nem desenvolverá pesquisas ou levantamentos para este fim.

A MP descreve as fontes de receitas da ANSN, bem como atribuições e competências de seus integrantes. A Diretoria Colegiada, que será seu órgão de deliberação máxima, será formada por um diretor presidente e por diretores nomeados pelo presidente da República.

Entre as competências da nova autarquia está a de estabelecer normas e requisitos sobre segurança nuclear, proteção radiológica e segurança física das atividades e instalações nucleares e a regulação, estabelecimentos e controles necessários para o cumprimento da Política Nuclear Brasileira. Caberá também à ANSN editar normas, conceder licenças e autorizações (relativas à transferência e comércio de minerais, minérios, concentrado e escórias com urânio ou tório), bem como a edição de normas, fiscalizações, avaliações sobre segurança, e expedição de licenças, autorizações, aprovações e certificações.

Está previsto ser de competência privativa do Comando da Marinha “regular, licenciar, fiscalizar e controlar os meios navais com plantas nucleares embarcadas”.

Por fim, a MP enumera definições sobre os tipos de práticas que serão consideradas infrações administrativas e o rol de sanções a serem aplicadas. O quadro de pessoal da ANSN será composto a partir da redistribuição de cargos efetivos vagos e ocupados da Comissão Nacional de Energia Nuclear.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Governo cria autarquia federal para coordenar segurança nuclear apareceu primeiro em PortalBIDS.

Centro de Controle Interno da Aeronáutica tem novo Chefe

0

Uma cerimônia, ocorrida nesta sexta-feira (14), marcou a Passagem de Chefia do Centro de Controle Interno da Aeronáutica (CENCIAR). O Brigadeiro Intendente Alexandre Falconiere de Torres assumiu a Chefia da Organização Militar, substituindo o Major-Brigadeiro Intendente Marcos Aurélio Pereira Silva. A solenidade aconteceu em Brasília (DF) e contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior. Oficiais-Generais do Alto-Comando também prestigiaram o momento.

O Tenente-Brigadeiro Baptista Junior discursou sobre a importância do controle interno. “A transparência dos gastos públicos tem sido uma constante exigência por parte da sociedade. Cada vez mais, mecanismos de prevenção, detenção e, até mesmo, de punição, têm fortalecido os diversos programas de integridade colocados em prática no âmbito estatal, exigindo que os órgãos públicos se atenham às rígidas normas de controle de suas ações, principalmente as que envolvem a aplicação de recursos orçamentários e financeiros”, discursou.

Em sua despedida, o Major-Brigadeiro Aurélio destacou a importância das atividades do CENCIAR para a aplicação dos recursos da Força Aérea Brasileira (FAB) com qualidade, responsabilidade e legalidade. “A missão precípua do CENCIAR é a de avaliar os processos de governança, de gerenciamento de riscos e de controles internos do Comando da Aeronáutica e prestar consultoria, quando solicitado, de modo a contribuir para o alcance de seus objetivos, além de apoiar os órgãos de controle externo quando demandado”, disse.

O Oficial-General deixa o CENCIAR para assumir a função de Diretor do Departamento de Financiamentos e Economia de Defesa da Secretaria de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa (MD).

Novo Chefe

Ao assumir a nova função, o Brigadeiro Falconiere falou das expectativas. “É uma honra para mim assumir esta missão que é auditar e controlar e, mais do que isto, orientar todos os gestores das nossas organizações de forma a conduzirem, junto com as boas práticas, os recursos da União no Comando da Aeronáutica”, afirmou.

O Brigadeiro Falconiere é natural do Rio de Janeiro e ingressou na Força Aérea Brasileira em 08 de fevereiro de 1981, sendo promovido ao atual posto em 25 de novembro de 2016. Possui todos os cursos de carreira, além do Curso de Negociação de Contratos e Acordos de Compensação; Curso de Segurança e Defesa, pela Escola Superior de Guerra; MBA em Gestão de Processos em Logística, pela Universidade Fluminense; e MBA em Política e Defesa, pela Fundação Paulista de Tecnologia e Educação.

Dentre as principais atribuições exercidas está a de Assessor Militar do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e Diretor interino do Departamento de Gestão e Articulação da Secretaria Executiva do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Atualmente, deixa a Subdiretoria de Abastecimento da Diretoria de Administração da Aeronáutica para assumir o CENCIAR.

As informações são da Força Aérea Brasileira.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Centro de Controle Interno da Aeronáutica tem novo Chefe apareceu primeiro em PortalBIDS.

Batalhão Tonelero realiza Lançamento por paraquedas

0

O Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais, Batalhão “Tonelero”, unidade da Força de Fuzileiros da Esquadra, realizou, em 10 de maio, adestramento de salto paraquedista semiautomático no mar, incluindo o lançamento de uma embarcação de desembarque pneumática, seguida de uma Equipe de Comandos Anfíbios.

O lançamento de Comandos Anfíbios com uma embarcação pneumática, a partir de uma aeronave de asa fixa, garante à Marinha a capacidade de executar Operações Especiais em terra, a partir do mar, em curto espaço de tempo e a grandes distâncias. Essa capacidade representa uma importante mobilidade estratégica das Forças de Operações Especiais do Corpo de Fuzileiros Navais em prol do Poder Naval, reforçando suas capacidades anfíbias e expedicionárias.

O adestramento contou com a parceria do 1º Esquadrão do 15º Grupo de Aviação, Esquadrão “Onça”, da Força Aérea Brasileira

O lançamento foi realizado na enseada do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia, Rio de Janeiro (RJ), e contou com a parceria do 1o Esquadrão do 15o Grupo de Aviação, Esquadrão “Onça”, da Força Aérea Brasileira, e com o apoio do Batalhão de Dobragem, Manutenção de paraquedas e Suprimento pelo Ar, do Exército.

Adestramento

O Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais, Batalhão “Tonelero”, realizou, no período de 26 a 30 de abril, o Adestramento de Infiltração por Embarcação de Desembarque Pneumática (EDPn), no Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia e no Centro de Avaliação do Exército.

Durante o exercício, os Comandos Anfíbios realizaram os seguintes adestramentos: Natação diurna e noturna com implemento; Entrada e Saída de Arrebentação; Operação de Motores de Popa, Escola de Embarcação e navegação e infiltração noturna. O evento contou com o efetivo de 86 militares, sem nenhum registro de incidente.

Visando à prevenção à proliferação da Covid-19, foram adotadas as medidas sanitárias dos protocolos em vigor.

As informações são da Marinha do Brasil.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Batalhão Tonelero realiza Lançamento por paraquedas apareceu primeiro em PortalBIDS.

Batalhão Ferroviário conduz estágio de operação com explosivos

0

No dia 6 de maio, o 7º Batalhão de Infantaria Blindado (7º BIB) passou pela inspeção de apronto operacional de sua Força de Prontidão. Durante a inspeção, foram realizadas a formatura geral do batalhão, a inspeção de pessoal e armamento, a verificação das viaturas e, por fim, a inspeção do apronto operacional da Força de Prontidão do 7º BIB.

Compareceram à unidade para a inspeção o Comandante da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), General de Divisão Hertz Pires do Nascimento; o Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), General de Brigada Luiz Alberto Cureau Júnior; e oficiais do estado-maior da 3ª DE e 6ª Bda Inf Bld.

Batalhão Ferroviário

No período de 3 a 11 de maio, o 2° Batalhão Ferroviário do Exército conduziu, por meio do Centro de Instrução de Engenharia, o estágio de operação com explosivos. A atividade foi coordenada pelo Comando de Operações Terrestres (COTER), com a participação de 22 militares de diversas organizações militares do Exército.

O estágio de operação com explosivos tem como objetivo capacitar oficiais e sargentos das Armas, do Quadro de Material Bélico e do Serviço de Intendência para empregar técnicas, táticas e procedimentos para o reconhecimento e a identificação de ameaças explosivas em operações militares e para levantamento e destruição de engenhos falhados.

Ao longo do estágio, os alunos tiveram instruções teóricas e realizaram atividades no Campo de Instrução Cidade Rio Negro, em Araguari, para colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

No dia 10 de maio, a Diretoria de Material (D Mat) do Exército iniciou os trabalhos para a aquisição de uma nova viatura blindada de Cavalaria. As atividades, que se estenderão até o dia 21 de maio, serão realizadas por uma Comissão Especial, que fará análises de requisitos técnicos e operacionais.

Os trabalhos foram abertos pelo Diretor de Material, General de Brigada Marcelo Carvalho Ribeiro, com a presença do Subcomandante Logístico, General de Divisão Paulo Roberto de Oliveira e demais oficiais-generais do Comando Logístico (COLOG). Na ocasião, o Diretor de Material ressaltou a importância de uma análise profunda das propostas apresentadas e da confecção de um relatório que possibilite uma tomada de decisão com acerto e oportunidade.

Comissão

A comissão é composta por integrantes do Estado-Maior do Exército (EME), do Comando Logístico (COLOG), do Comando de Operações Terrestres (COTER), da Secretaria de Economia e Finanças (SEF), da Diretoria de Ciência e Tecnologia (DCT) e do Comando Militar do Sul (CMS) e terá o apoio de entidades civis especializadas em gestão de projetos complexos e engenharia de sistemas.

Durante o período das atividades, serão analisadas as respostas enviadas por empresas nacionais e estrangeiras para a consulta pública, comparando-as e ratificando ou retificando os dados para a próxima fase, de audiência pública.

Remax

No período de 15 de março a 7 de maio, o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BI Mec) do Exército conduziu, por meio da sua Seção de Instrução de Blindados, o Estágio de Comandante de Viatura Blindada de Transporte de Pessoal (VBTP) 6×6 Guarani. Os estagiários participaram de instruções sobre a mecânica dos sistemas da VBTP, comando e comunicações, além de conhecimentos relativos as táticas, técnicas e procedimentos da infantaria mecanizada.

Destacaram-se, dentro das atividades desenvolvidas, as condutas diurna e noturna, as pistas de desenvolvimento de habilidades, o embarque e o desembarque rodoviário, o tiro com o sistema de armas remotamente controlado (SARC) e o reparo de armas automatizado (REMAX), da empresa Ares.

O estágio tem como objetivos desenvolver conhecimentos e habilidades técnicas indispensáveis ao manuseio de materiais bélicos e à operação dos equipamentos militares, além de desenvolver o espírito da infantaria mecanizada nos novos integrantes do batalhão. Durante as atividades foram cumpridos todos os procedimentos de segurança de prevenção à covid-19.

As informações são do Exército Brasileiro.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Batalhão Ferroviário conduz estágio de operação com explosivos apareceu primeiro em PortalBIDS.

COMUNICADO

0

A ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança) comunica que a 6ª Mostra BID Brasil, prevista para agosto, acontecerá entre os dias 7 e 9 de dezembro de 2021, em Brasília.

A decisão pelo adiamento está fundamentada no compromisso da ABIMDE com a qualidade do evento e com a segurança dos expositores e visitantes, considerando o atual cenário da pandemia da Covid-19 e as normas vigentes no Distrito Federal, que impedem, nesta data, a realização de grandes eventos.

A nova agenda foi definida com base no cronograma do Plano Nacional de Imunização contra o Coronavírus que deverá garantir um ambiente mais seguro e permitir a flexibilização das normas restritivas.

A ABIMDE espera ter a compreensão de todos os apoiadores e expositores pela difícil, mas necessária, decisão de adiamento.

Temos também a grata satisfação em informar que a Mostra BID Brasil atingiu 100% de ocupação e, pela primeira vez na história do evento, haverá uma expansão da planta, com a criação de novos estandes.

A direção da ABIMDE coloca-se à disposição de seus parceiros para dirimir quaisquer dúvidas.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

.

O post COMUNICADO apareceu primeiro em PortalBIDS.

Parque Tecnológico promove masterclass sobre uso de impressão 3D na saúde

0

O Parque Tecnológico (PqTec) realiza no dia 19 de maio, às 16h, a masterclass Manufatura aditiva: Impactos e benefícios da impressão 3D na saúde.

A aula será ministrada por Maria Elizete Kunkel, física, PhD em biomecânica, docente e pesquisadora da Unifesp e coordenadora o Projeto Mão3D – Biomecânica e Tecnologia Assistiva. Luiz Fernando Carvalho, coordenador do Escritório de Projetos do PqTec, representa o Parque na transmissão.

As inscrições podem ser feitas neste link.

Participantes

Maria Elizete Kunkel, professora adjunta da Engenharia Biomédica, subárea Biomecânica, na Universidade Federal de São Paulo UNIFESP em São José dos Campos. Formada em Física (UFC), especialista em Jornalismo Científico (UNICAMP), mestre em Bioengenharia (USP) e PhD em Biomecânica (Medizinischen Fakultät der Universität Ulm, Alemanha). Sua tese de doutorado sobre modelamento computacional da coluna humana foi premiada com menção honrosa sendo publicada como livro na Alemanha.

Entre outras atividades, faz parte da Diretoria da Sociedade Brasileira de Biomecânica e atua como regional chairs para America latina do Grupo Women in 3D Printing WI3DP.

Luiz Carvalho, engenheiro de computação pela Unicamp, com estudos em fusões e aquisições pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/SP), gestão de projetos pela FIA/USP e Corporate Venture e Lean LaunchPad pela LaSalle University, Barcelona. Há 15 anos atua em grandes empresas do setor financeiro, consultoria e parceria público & privada. Possui qualificação em desenvolvimento de negócios nos Estados Unidos pelo Hub55.

RM VALE TI 2021

O PqTec aquece os motores para a realização da RM VALE TI 2021 – Feira e Congresso de Tecnologia e Inovação, é realizada APL TIC Vale. O evento ocorrerá de 22 a 25 de junho, de forma totalmente online. O tema central deste ano é a Tecnologia de Negócios, uma grande tendência em gestão de empresas para alcançar eficiência e competitividade.

No último dia 27, o Parque Tecnológico realizou o Warm Up do evento, denominado RM VALE TI 21 Talks, uma série de webinars gratuitos sobre Tecnologia e Inovação. Com o tema “Comunique-se melhor no mundo digital”, o primeiro “talk” mostrou a importância da comunicação no planejamento estratégico das empresas, sendo o pilar fundamental para transmitir os objetivos corporativos de maneira clara para todas as pessoas.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

O post Parque Tecnológico promove masterclass sobre uso de impressão 3D na saúde apareceu primeiro em PortalBIDS.

UFSM oferece nova turma de curso sobre games e gamificação na educação

0

A Coordenadoria de Tecnologia Educacional (CTE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) abriu nesta segunda-feira (10) as inscrições para uma nova turma do curso Oficina Online de Games e Gamificação na Educação.

O curso é voltado para professores e servidores técnico-administrativos da universidade, profissionais do sistema UAB/UFSM (tutores e professores pesquisadores), professores da rede básica de ensino (municipal, estadual e federal) e alunos de pós-graduação da instituição.

As inscrições vão até 23 de maio e podem ser feitas pelo link. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail [email protected]

Seminário

Os Seminários Abertos das Letras têm continuidade nesta semana. Na próxima sexta (14), às 15h, a palestra será sobre a formação de professores de produção textual, a ser ministrada pela professora Cristiane Fuzer, com mediação da professora Angela Maria Rossi e da Secretaria Municipal de Educação de Santa Maria.

A palestra é gratuita e aberta a todos os interessados. Inscrições pelo link. Haverá emissão de certificado para quem se inscrever e confirmar presença ao final da palestra. A transmissão ocorre pelo canal no YouTube.

Tecnologia Espacial

A Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (Funcate), por meio do Termo de Fomento junto à Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), tornou público, ao final de 2020, o Edital de Apoio aos Grupos de Foguetes Acadêmicos, que teve como finalidade apoiar projetos que visam contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no país. O edital contemplou 19 instituições, por meio de 23 propostas, sendo que, destas, duas partiram do Centro de Tecnologia (CT) da UFSM.

O resultado foi fruto da colaboração entre duas equipes de foguetes do CT, o Rocket Lab e a Tau Rocket, que coordenaram esforços para concorrer em duas categorias distintas, buscando maximizar o retorno para a Instituição, tanto em recursos como em reconhecimento dentro do setor aeroespacial nacional. Para as 23 propostas aprovadas foram disponibilizados R$ 265 mil. Deste valor, R$ 30 mil foram destinados para UFSM.

 

 

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

O post UFSM oferece nova turma de curso sobre games e gamificação na educação apareceu primeiro em PortalBIDS.

Inscrições abertas para missão espacial análoga do projeto Habitat Marte

0

A Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), apoia a iniciativa criada pelo projeto Habitat Marte. A missão espacial virtual análoga ocorre em parceria com o Centro Vocacional Tecnológico Espacial Augusto Severo (CVT-E), coordenado pela Unidade Regional da AEB, localizada no Rio Grande do Norte.

Com o objetivo de simular experiências vividas numa estação em solo marciano, a missão realizada pelo professor Júlio Rezende, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), ocorrerá entre os dias 7 e 21 de junho de 2021. As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de maio. Clique aqui e faça já sua inscrição, o número de vagas é limitado.

São disponibilizadas 24 vagas a estudantes dos ensinos médio e superior. Eles viverão a experiência de serem astronautas análogos em dez encontros virtuais previstos para concluir a missão. Os participantes desempenharão diversas atividades nas instalações que simulam uma estação em Marte. Poderão ocupar funções como chefes, pesquisadores, engenheiros, entre outras. Sete estruturas serão oferecidas: estação principal, centro de saúde, centro de engenharia, centro de lançamento, centro de saneamento, centro de engenharia e centro de energia.

De acordo com o idealizador do projeto Habitat Marte, professor Júlio Rezende, a missão espacial análoga pretende colaborar para o desenvolvimento de competências em variadas áreas do conhecimento (engenharia, biologia, sustentabilidade, gestão, psicologia, saneamento e energias). Rezende reforça que este tipo de desenvolvimento é importante para a exploração espacial e simula possíveis aplicações nas futuras estações espaciais em Marte e na Lua.

Sobre o Habitat Marte

O projeto faz parte do Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade da UFRN. Funciona desde 2017 no município de Caiçara do Rio do Vento (RN), numa área impactada pela mudança climática, pela seca e escassez hídrica, localizada a 100 km de Natal, capital do Rio Grande do Norte.

O Mars Desert Research Station também é cercado por uma paisagem árida, em terreno análogo geológico de Marte, o que oferece oportunidades para estudos de campo sobre como seria conduzida uma missão espacial real. Em vídeo publicado no YouTube, o presidente da Mars Society, organização mundialmente conhecida pelas pesquisas relacionadas ao planeta Marte, professor doutor Robert Zubrin, classifica a iniciativa como “um fantástico trabalho de atuação”.

Com a pandemia de Covid-19, a estação Habitat Marte desenvolveu uma metodologia para missões virtuais adaptadas. Nessa modalidade de missões espaciais virtuais análogas, foram realizadas, até agora, mais de 30 missões, com 200 participantes de 28 países.

O objetivo é buscar a autossustentabilidade pela geração da própria energia, reciclagem de resíduos e produção do próprio alimento. O Habitat Marte está comprometido com o desenvolvimento de tecnologias sociais como: forno solar, cisternas, aquaponia, filtros de água e estufas. O desafio é desenvolver tecnologias que sejam aplicadas tanto no espaço quanto em regiões áridas e semiáridas, ou outras regiões ameaçadas pela escassez hídrica e seca.

De dezembro de 2017 a abril de 2021, foram realizadas 70 missões (presenciais e virtuais), com mais de 300 participantes, totalizando mais de 9 mil horas, ou 450 dias de missões. Essas atividades geraram um grande volume de dados, o que tem proporcionado uma variedade de estudos e publicações.

Para saber mais sobre o projeto, clique aqui e assista à live no canal da AEB no YouTube. Mais informações também podem ser encontradas nas redes sociais, buscando por @HabitatMarte.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Inscrições abertas para missão espacial análoga do projeto Habitat Marte apareceu primeiro em PortalBIDS.

Marinha apresenta “Anna Nery”, novo navio de assistência hospitalar

0

O novo Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) que será empregado pela Marinha, a partir do 2º semestre de 2022, no atendimento e prestação de serviços médico-hospitalares nos estados do Pará e Amapá, será batizado de “Anna Nery” (U-170), enfermeira que se voluntariou para ajudar os combatentes feridos da Guerra do Paraguai. Ele terá 46,5 m de comprimento, 9,4 m de boca e 2,4 m de calado. Sua estrutura contemplará salas de triagem, curativo, recuperação, medicação, coleta de amostras, raio-x, vacinação, ultrassonografia, mamografia e esterilização.

O projeto do navio ainda prevê consultórios médico, oftalmológico e odontológico, enfermarias, farmácia/paiol de remédios, além de laboratório de análise e sala cirúrgica para casos mais simples.

A expectativa é de que a construção do NAsH gere benefícios sociais para o Pará e o Amapá, bem como diversos estímulos econômicos para o Amazonas, onde o meio será construído, criando novas oportunidades de emprego de forma direta e/ou indireta, contribuindo para aumentar o poder aquisitivo das famílias amazonenses.

Em dezembro de 2020, a Marinha realizou a assinatura de dois Termos de Execução Descentralizada com o Fundo Nacional de Saúde, no valor de R$ 14,5 milhões, visando à aquisição de um navio de assistência hospitalar e à compra de equipamentos médicos e ambulatoriais.

As informações são da Marinha do Brasil.

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

O post Marinha apresenta “Anna Nery”, novo navio de assistência hospitalar apareceu primeiro em PortalBIDS.